Hard core soft porn

Mascara bleeds a blackened tear

imeanthesewords:

(via imgTumble)

“O amor é mesmo engraçado. Do nada, um sentimento surge. E fica oscilando feito a Bolsa de Valores. Vai e vem, sobe e desce. Funciona assim: ele está sendo muito legal com você, então ganha pontos. Ele dá uma resposta que entala porque é meio torta, perde. Ele é carinhoso na hora em que você precisa, ganha. Ele não se deu conta que você precisava de um carinho, perde. Ele adianta seus pensamentos, ganha. Ele dorme no ponto, perde. E assim vai mantendo o equilíbrio na balança: o lado bom sempre vencendo o ruim. Que nem filme de mocinho e bandido; o amor é o mocinho, o desamor é o vilão.”

—   Clarissa Corrêa  (via por-um-fio)

(Source: clarissacorrea, via visivel)

(Source: skogs-sjel, via flo-rescer)

“Quero você aqui, no meio das minhas coisas, meus livros, discos, filmes, minhas idéias, manias, suspiros, recortes. Respirando o mesmo ar e todas coisas que alimentam aquela nossa, tua, minha inesgotável saudade. Entra, não pergunte se pode ficar. Vem e fica. Vai e volta.”

—   Gabito Nunes (via sussurrosegritos)

(Source: te-recitarei, via efeito-cocaina)

(Source: yellyhaim, via portraid)

(Source: nevou, via mentiras-dos-garotos)

“Se eu gosto, gosto como você é, mesmo que você seja chato de vez em quando. Se eu quero, quero mesmo, mesmo que todos digam para não querer. Ainda acho, perdoe o romance barato, que existem amores que duram toda a vida. São raros, mas existem.”

—   Clarissa Corrêa. (via p-e-r-f-i-l)

(Source: outros-devaneios, via itsportugueseshawty)